Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Imagens e memórias

O direito de permanecer calado não se opõe ao direito de falar, ao direito à livre expressão. São direitos complementares que se enquadram no valor supremo da liberdade e conceitos que dão o mote, neste caso não à, mas ao Quinta Emenda.

Em jeito de complemento da apresentação do Quinta Emenda, já que ontem, por muito que possa ter passado despercebido, falei do que pomposamente chamaria enquadramento editorial, hoje falarei do que, não menos pomposamente, chamaria de enquadramento gráfico. Que tem muito a ver com o que atrás ficou escrito: com o direito à opinião e à sua livre expressão!

Para as novas gerações soará a estranho enfatizar-se uma coisa que, para elas, é básica e tão natural como o ar que respiram. É fantástico que assim seja, mas não é de mais recordar-lhes que nem sempre assim foi.

Eu, que vivi tempos em que assim não era, sou profundamente marcado por esses direitos de liberdade. E fiquei marcado por imagens, fotográficas ou apenas escritas, do meu livro de inglês do quarto ou quinto ano do liceu – confesso que já não consigo precisar –, o que, para os mais novos, corresponderia ao actual oitavo ou nono ano. Naquele tempo, e estou a falar do final dos anos sessenta, enquanto aprendíamos o b-a-ba da língua inglesa, os programas assumiam um enquadramento temático: primeiro um enquadramento marcadamente cultural e civilizacional (Shakespeare, Charles Dickens, hábitos e costumes, etc,), depois, no então sexto ano (agora décimo), a História de Inglaterra e, no sétimo e último ano do liceu, a História americana. O ensino das línguas, como de resto todo o ensino, era então substancialmente diferente do das últimas três décadas: o francês, hoje praticamente desaparecido, era obrigatório do primeiro ao quinto ano (nono), estendendo-se ao dois últimos anos do liceu apenas para os que seguiam a via – então designada de alínea, por correspondência à sua definição num qualquer decreto – de românicas. O inglês entrava apenas no então chamado segundo ciclo – do terceiro ao quinto ano. Nos sexto e sétimo estava reservado a apenas algumas das vias, das já referidas alíneas: germânicas e económicas, entre mais uma ou outra.

Voltando às imagens que acima referia, a que mais me marcou era mesmo a dos  speakers`corner do Hyde Park, em Londres! Independente do romantismo que possa arrastar, a verdade é que naquela altura, pelos meus 14 anos, aquela ideia de se poder desatar a discursar, a botar opinião sobre o que quer que fosse, mesmo dizer mal do governo, fez-me perceber a importância da liberdade de expressão. Coisa que, no Portugal de então, nem pelo pensamento podia passar!

Na primeira oportunidade que tive de visitar Londres fui, primeiro e antes de tudo, direitinho a Hyde Park. E lá estavam os speakers`corner, ainda com speakers! Ainda e sempre, no meu imaginário, o mais belo local de culto da liberdade da liberdade de expressão.

Poderia ser outro o enquadramento gráfico deste nosso Quinta Emenda?

 

4 comentários

Comentar post

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

JORNAIS

AFINIDADES

BENFICA

OUTROS QUE NÃO SE CALAM

FUTEBOLÊS

TROIKAS

FUNCIONALIDADES

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics