Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Agora é a sério!

 

O Benfica arrancou para a segunda metade do campeonato da mesma forma afirmativa que com que concluíra a primeira volta, numa espécie de dobradinha minhota.

Hoje, em Braga, o Benfica passou por cima das dificuldades com grande à vontade, alardeando uma enormíssima superioridade técnica e táctica sobre o Braga. Tão flagrante quanto inesperada, deve dizer-se.

O Benfica simplesmente não deixou o adversário jogar, e dispôs do jogo como entendeu. Pressão alta, sempre a impedir o Braga de construir jogo, e sempre a recuperar a bola já muito perto da baliza adversária. A primeira parte foi assim, o golo chegou cedo, aos 11 minutos, e a equipa apresentava um futebol vistoso e de grande qualidade, a que só faltavam golos.

O Braga só não existiu porque logrou duas boas oportunidades para concluir, falhando os seus avançados o encontro com a bola. Só que ambas em fora de jogo, o que quer dizer que, se tivessem sido concretizadas, seriam anuladas pelo VAR. E daí nunca se sabe... 

O início da segunda parte nem deu tempo aos jogadores da casa para arrumarem as ideias que eventualmente o seu treinador lhes tenha metido na cabeça. Bola ao centro, canto, bola de Jardel no poste, e penalti sobre Jonas. Que, lá está, o VAR não viu e Soares Dias não quis ver. Já não há dúvidas que o VAR dexiou cair a sílaba do meio da verdade. É uma verdade desportiva de duas sílabas apenas.

Nada no entanto que rompesse com o que estava a ser o jogo. E o segundo golo surgiu com naturalidade, de Jonas. Naturalmente, e na sequência de mais uma bela jogada de futebol, pouco depois de o segundo quarto de hora ter chegado à segunda parte do jogo. 

Até que surgiu o momento que Bruno Varela não merecia, 10 minutos depois. Errou numa bola fácil - ficou a meio caminho na saída a um cruzamento - e o Braga reduziu. Com a força do golo, e com o público braguista a acreditar, a equipa da casa cresceu, e o Benfica já não tinha Jonas em campo - Jonas é insubstituível neste jogo do Benfica, mas também não é humano pedir-lhe que dure os 90 minutos a fazer tudo aquilo que faz, como mais ninguém - e tinha Pizzi, que já lá não devia ter. 

Na verdade, os último 20 minutos - o último quarto de  hora, mais os 5 minutos de tempo extra - foram outro jogo. Mas até nesse, o Benfica, noutro registo, foi muito superior. Marcou mais um golo - e que golo (por Raul, que minutos antes falhara escandalosamente, isolado na cara do guarda-redes) e que jogada! - e criou mais uma ou duas oportunidades para dar outra expressão ao resultado. Nesse período o Braga limitou-se a permitir que Varela se redimisse, com uma boa intervenção. Nada mais, e isso fazia falta!

O Benfica está transfigurado. E agora já todos acreditamos que é a sério|

1 comentário

Comentar post

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

JORNAIS

AFINIDADES

BENFICA

OUTROS QUE NÃO SE CALAM

FUTEBOLÊS

TROIKAS

FUNCIONALIDADES

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics