Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

EM ESTADO BIPOLAR

 Por Clarisse Louro *

 

Às vezes acontecem dias destes em que balançamos entre a tristeza e a alegria, entre o mau e o bom humor, entre a ansiedade e a paz tranquila, entre o desespero e a esperança.

Hoje é um desses dias. Na ordem do dia está o buraco da Madeira com toda a legião de discursos deprimentes que, como a própria ilha, lhe são adjacentes.

A começar pelo discurso do próprio Alberto João Jardim. Se sempre foi absolutamente impróprio para consumo agora, quando o mínimo que se exigiria seria algum decoro e algum recato, é verdadeiramente vergonhoso. Percebe-se que resulta, como sempre resultou. Percebe-se que o mestre da demagogia e do populismo está a abusar desses trunfos para radicalizar e dramatizar o discurso, usando registo que melhor domina para colocar o jogo no campo onde se sente como peixe na água. E percebe-se que o eleitorado não estará em condições de o julgar e que a democracia sairá penalizada.

A continuar no discurso ambíguo ditado por uma bacoca solidariedade partidária vocacionada para uma indisfarçável tentação de branqueamento, e passando pelo discurso de arremesso de quem está cheio de telhados de vidro. Contribuindo, todos, para reforçar aquele reduto de demagogia e populismo onde Jardim ergue as suas trincheiras, afinal as trincheiras onde todos se arrumam para que nada de substancial mude.

Mas é também o dia da reabertura das aulas no Instituto Politécnico. Já se nota outra cidade, mais viva e mais rica pela vida que estes milhares de jovens lhe empresta. Jovens em quem entusiasticamente acredito. Jovens com muita qualidade, ao contrário do que por aí se diz, e que bem podem garantir o futuro deste país.

Para além dos que conheço por força da minha actividade profissional tenho ainda muitas outras oportunidades de continuar a percepcionar a qualidade da nossa juventude. Desde logo como mãe, pelo que vejo nas minhas filhas e pelo que vejo através delas, do seu desempenho e pelo de muitos dos seus colegas e amigos. Mas também como membro da comunidade Rotary – particularmente atenta aos jovens e aos seus desempenhos - onde tenho o privilégio de conhecer e contactar com jovens verdadeiramente excepcionais, como os que vamos agora homenagear no Rotary Club de Porto de Mós.

Como Samuel Martins, um jovem já laureado com diversos prémios nacionais e internacionais, Licenciado em Engenharia Física Tecnológica com 19 valores pelo Instituto Superior Técnico (IST) e Doutorado (aprovado com distinção) em Física Computacional pelo mesmo IST e pela University of California Los Angeles e quadro (Associado Senior) de uma das mais prestigiadas consultoras internacionais – a Mackinsey.

Claro que com jovens destes temos mais razões para acreditar no nosso futuro, no futuro desta nossa tão maltratada terra. Mas temos ainda mais razões para nos envergonharmos do país que lhe deixamos. Um país onde muitos deles não irão caber!

Algo de muito errado se passa quando um país consegue formar gente desta qualidade e, depois, não tem lugar para eles. Algo de muito errado se passa quando um dos países que mais gasta em Educação forma gente para exportar.

Algo de muito errado se passa quando é gente muito medíocre que diz a gente desta qualidade que o país não conta com eles…Ou que eles não contam para o país… Ou que lhes fecha as portas na cara…

Pois é. Por mais voltas que dê não consigo largar este meu estado bipolar! Tão bipolar como este Estado que faz destas coisas!

 

* Publicado hoje no Jornal de Leiria

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics