Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

A TAÇA DO NOSSO (DES)CONTENTAMENTO

Por Eduardo Louro

 

Sem ser brilhante, o Benfica ganhou com toda a justiça a Taça da Liga. Voltou a ganhá-la, pela quarta vez consecutiva, repetindo o resultado (2a1) do ano passado. E, também como no ano passado, com aquele sabor amargo que fica quando não se conquista mais nada que a terceira competição (em importância) do futebol nacional!

É uma prova desenhada para ter a final disputada entre os grandes cá do burgo. Foi essa a opção do organizador da prova – a Liga Portuguesa de Futebol Profissional – para a impor ao calendário nacional e, acima de tudo, aos patrocinadores. Que este ano foi o BIC, o tal que ficou com o BPN!

Apesar dos esforços do organizador apenas por duas vezes esse objectivo foi atingido: há três anos, quando o Benfica conquistou a primeira contra o Sporting, no desempate por grandes penalidades; e há dois, quando o Benfica cilindrou o Porto com uma exibição de luxo e uma vitória por três a zero, e fez o bi. E também o bis, porque lhe juntou o campeonato que a deixa no ponto. No tri, o ano passado, o Benfica afastou o Sporting nas meias-finais e o Porto viu o seu lugar na final ocupado pelo Paços de Ferreira. E este ano foi a vez do Benfica afastar o Porto e do Gil Vicente deixar o Sporting em casa (ainda na fase de grupos,  em Alvalade) e mandar o Braga para casa, nas meias-finais.

Voltando ao jogo. Não tendo sido brilhante também não foi enfadonho. Não tendo o Benfica feito grande exibição, também não esteve ao nível de Guimarães, Olhão ou Alvalade e há jogadores que estão claramente em fase ascendente, e a aproximarem-se do seu melhor. Ou a deixarem no ar esse cheirinho, como é o caso de Rodrigo e de Witsel (eleito pela organização o homem do jogo). Também Matic esteve muito bem, voltando a mostrar que deveria ter tido muito mais oportunidades durante a época. E Saviola fez o golo da vitória, na primeira vez que tocou na bola – o mesmo que sucedera com Zé Luís, o jogador do Gil que estabelecera o empate minutos antes – ajudando-nos a recordar que se mantém no plantel. É que nem parecia!

E a Liga soube transformar esta final numa uma festa bonita e pouco comum nos jogos de futebol em Portugal. Com coisas muito bonitas, a começar pelas miúdas que o BIC espalhou por todo o lado, até junto aos bancos. E a passar pelo troféu (muito bonito mesmo, olhem lá para cima), mas também pelas alas que as duas equipas abriram uma à outra, por onde passaram os jogadores sob aplausos dos adversários. Pode ser simples encenação, mas é bonito!

Fica-me no entanto uma grande mágoa e uma imensa tristeza pelos infelizes dos sem-abrigo de Barcelos. É que essa grande figura do futebol que é António Fiúza, o presidente do Gil Vicente, já não lhes vai dar champanhe durante uma semana completa. Como é que os sem-abrigo irão poder viver sem champanhe, esse bem essencial que este benemérito fica livre de lhes dar?  

Bom, para a história fica o tetra. Não a treta!

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics