Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

COISAS DE HOJE VI

Por Eduardo Louro

 

Foto: Isabel Cutileiro


O Benfica adiou para a última jornada a confirmação da sentença há muito traçada - pelo menos desde há cerca de um mês, quando perdeu aquele jogo em Moscovo, abordado de forma verdadeiramente inacreditável – ao ganhar (2-1) esta noite ao Celtic, a mais fraca das quatro equipas do grupo de apuramento mas a mais do que provável companhia do Barcelona no apuramento para os oitavos de final da Champions.

Com esta vitória de hoje, apenas a segunda desta fase de apuramento, o Benfica, como se diz na gíria do futebolês, depende apenas de si próprio para seguir em frente na Champions, e evitar aquilo que, repito, há muito está escrito nas estrelas. Só que depender de si próprio quando lhe resta pela frente um jogo com este Barcelona em Camp Nou, não passa de figura de estilo. É o local mais impróprio para optimismos!

Mas pronto, há sempre a esperança que o Spartak de Moscovo – que conta apenas com os 3 pontos da referida vitória de Moscovo sobre o Benfica, nada mais – ganhe em Glasgow. Que seja possível ganhar à mais fraca equipa do grupo, é. Que um Spartak desmotivado, e já sem nada para ganhar, possa ganhar no ambiente fanático de Glasgow a um Celtic que sabe que se ganhar tem fortes probabilidades de lograr o apuramento, é que é muito pouco provável. Tão improvável quanto o Benfica ganhar em Barcelona!

Pouco a ver com estas contas teve o jogo de hoje. Um grande jogo do Benfica, especialmente na segunda parte, ao nível do melhor que os melhores podem fazer. E no entanto o jogo até nem correu bem: as condições climatéricas empurraram-no para uma dimensão mais física, favorável à equipa escocesa, o árbitro – o nosso bem conhecido Kassai – a enervar os jogadores e a criar grande instabilidade na equipa (inacreditável a cena com Enzo Perez, largos minutos junto à linha, impedido de regressar ao campo, depois de assistido a ferimentos na boca em consequência de uma agressão que ficara impune), o golo do empate do Celtic, num canto em que o Artur, passarinho, foi bloqueado por um jogador escocês, porventura em falta, e a lesão de Matic – enorme, gigante - que obrigou a uma série de mexidas na equipa.

Mesmo assim, e passe embora o período que mediou entre o golo inaugural e o do empate dos escoceses – aqueles vinte e cinco minutos da primeira parte – onde a síndrome da gestão do resultado voltou a aparecer, ajudado pela instabilidade introduzida pelo árbitro, o Benfica praticou futebol de muito bom nível e criou oportunidades de golo (31 remates) suficientes para, para além de fazer brilhar o gigante guarda-redes inglês do Celtic, construir um resultado bem dilatado.

Ficou claro que é o Benfica, a seguir ao Barcelona, a melhor equipa do grupo. Fica claramente a dever a si própria o apuramento!

O Braga, que ainda há pouco tempo parecia em melhores condições para o apuramento que o Benfica, já está de fora das competições europeias. Depois de duas boas exibições contra o Manchester que não deram em nada, voltou a perder com a equipa romena do Cluj cheia de portugueses, a fazer lembrar a equipa cipriota que o ano passado chutou o Porto para fora da Champions. Perder todos os pontos em disputa com o Manchester United é uma coisa. Perdê-los com a equipa mais fraca do grupo, que não pontuou com mais ninguém, é outra!

Por mim espero que não venha por aí a síndrome Peseiro. Creio que não, até porque não chegou sequer à praia!

 

2 comentários

Comentar post

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics