Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

FUTEBOLÊS#138 AUTO-GOLO

Por Eduardo Louro

 

O golo é o sal do futebol, costuma dizer-se em futebolês. Não importa quem o mete!

Se na cozinha não importa quem põe o sal – se o cozinheiro, se o ajudante ou mesmo se já na mesa, com cada um a servir-se à sua medida… a auto-salgar-se -, nos golos também não importa assim tanto quem os marca. É preciso é que contem!

Como o que importa é ganhar - e elas contam é lá dentro - não importa muito como é que lá vão parar. Mas sejamos francos, se há coisas contranatura, o auto-golo é uma delas!

Os dois objectivos básicos de qualquer jogador são marcar golos na baliza adversária e evitá-los na própria. É isto que é natural, como um preto de carapinha e um branco de cabeleira loura, do velho anúncio ao Restaurador Olex!

Se procurássemos a melhor ilustração para a anti-natureza do auto-golo encontrá-la-íamos certamente no golo que ditou a última derrota do Real Madrid, no seu último jogo, com o Granada. Isso mesmo: derrota por 1-0, com auto-golo de Cristiano Ronaldo. Depois de há tanto tempo a carregar a equipa às costas, de tantos e tantos jogos a marcar golos que valem vitórias para as suas equipas, chega-lhe também a vez de marcar na sua própria baliza!

O auto-golo é o tiro no pé. Mas com arma de grande calibre! E não acontece apenas dentro das quatro linhas, no jogo jogado. É até mais frequente por fora: mesmo onde menos se espera, a exemplo do que sucedeu com o nosso melhor jogador.

O Porto, o Porto de Pinto da Costa, do Papa, por definição infalível, distraiu-se e falhou o cumprimento dos regulamentos da Liga num jogo da Taça da Liga: um auto-golo. Mas um auto-golo estranho que, antes de os penalizar a eles próprios, parece estar a penalizar a Federação Portuguesa de Futebol. Parece que em vez de entrar na baliza do Porto entrou na da Federação, pelo que se vai percebendo. Porque, ao contrário do que sucedeu exactamente pela mesma infracção – utilização dos mesmos jogadores nas equipas A e B num intervalo de tempo inferior às 72 horas estabelecidas nos regulamentos – com outros clubes, designadamente o Braga, ainda não lhe aplicou a correspondente sanção.

Esta é, de resto, matéria farta em auto-golos. Como se não bastasse aquele auto-golo, com a Federação a tomar-lhe a dores, anónimos (quem serão?) denunciam-lhe a utilização ilegal de cinco jogadores do Benfica. Mesmo estando regulamentado que não se investigam denúncias anónimas, mesmo sendo a denúncia inócua, por referir jogadores exclusivamente e apenas utilizados na equipa A, o Conselho de Disciplina da Federação abriu processos disciplinares e remeteu-os à Liga. Que, depois, evidentemente, os arquivou! Mais um auto-golo!

Ou terão desta vez sido dois, mesmo que na mesma baliza?

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics