Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Golden Share: oportunidade dourada?

 

Por Eduardo Louro

 

 

Desde que, há uma semana, a assembleia-geral da PT recusou a oferta da Telefónica para a compra da sua participação na Vivo, a golden share passou para o top da actualidade. Não sei se por mérito da golden share se por demérito da selecção nacional e de Carlos Queirós! Sei é que, desde então, não houve um único dia em que a matéria não estivesse na crista da onda.

E por lá continuará, até porque será conhecida amanhã a sentença do Tribunal da Comunidade sobre esta forma dos Estados permanecerem nos centros de decisão de certas empresas privadas.

Não sendo muito difícil antecipar essa decisão – o mais do que certo chumbo das golden share – não é necessário ser bruxo, nem sequer recorrer ao tal polvo que acerta nos resultados do mundial, para também antecipar um conflito político do governo português com a União Europeia. Os dados estão lançados: Sócrates já apontou o dedo ao ultra liberalismo europeu e Durão Barroso já veio dizer que a decisão – que já todos sabemos qual é, menos, ao que quer fazer crer, ele próprio – é judicial, que não tem nada nem de política nem de ideológica. E que as decisões judiciais são para cumprir! Evidentemente que nem todas, digo eu. A maioria é mesmo para … contestar e para recorrer!

A partir de amanhã, como aqui deixei dito logo que foi conhecido o desfecho da AG, a guerra judicial vai estalar! A outra guerra – a política – essa já está em curso em fase bem adiantada. Até já tem vencedor: José Sócrates, claramente.

Uma vitória que tem tanto de surpreendente quanto de importante para um primeiro-ministro que parecia já de gatas. Não sei se é um dos sete fôlegos, mas desconfio que este é um grande balão de oxigénio. Sócrates soube cavalgar esta onda, alimentá-la e permanecer bem montado na sua crista.

Começou por explicar que o governo sempre tivera uma posição clara quanto à importância estratégica da Vivo para a PT. Apontou o dedo aos accionistas que compunham o núcleo duro, particularmente ao BES e à Ongoing que, sem disso darem conta ao governo, se puseram ao lado da Telefónica a troco de mais uns milhões de euros de última hora.

A partir daí foi fácil lançar a ideia, de largo acolhimento e amplo consenso que, com a viabilização da vontade da Telefonica, os accionistas da PT ficariam mais ricos enquanto que a economia portuguesa ficaria mais pobre. É este o argumento decisivo. Tão decisivo quanto incontestado e subscrito por toda a oposição, PSD incluído. Que, concordando que o país sai prejudicado com a venda, se opõe à utilização da golden share. Apenas porque sim! Porque é contra os direitos especiais do Estado na PT… Que nunca incomodaram o PSD nos anos em que andou pelo governo, mas incomodam agora, quando não há outra alternativa à defesa daquilo que concordam ser o interesse nacional.

Creio que a partir da decisão de amanhã teremos mais e novos motivos para que Sócrates, mesmo que quixotescamente, não perca esta oportunidade dourada para alardear novos actos de coragem e determinação na defesa do interesse nacional, agora ameaçado por Bruxelas.

E é com alguma expectativa que fico à espera da próxima sondagem!

 

4 comentários

Comentar post

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics