Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

UMA NOTÍCIA

Por Eduardo Louro

A notícia foi tornada pública no passado fim-de-semana: Almerindo Marques, que renunciara ao cargo de Presidente da Estradas de Portugal em Março - renunciara, não terminara -, vai, dois meses depois, presidir à Opway.

À partida esta seria uma notícia normal. Não é comum aos 72 anos, mas mudar de emprego não pode deixar de ser uma coisa normal. Por isso nem notícia seria. Não o é! E por isso é notícia…

A Opway é uma construtora do Grupo Espírito Santo (GES) que, com a Mota Engil, domina a Ascendi, a rainha das PPP nas estradas. A Ascendi, que reúne dois dos principais donos de Portugal – a expressão é de Louçã (num livro recentemente publicado) mas cada vez mais parece apropriada: o GES, de Ricardo Salgado e a Mota Engil, de Jorge Coelho. A quem a Estradas de Portugal, em completa rotura financeira, acabara de garantir mais 5,4 mil milhões de euros em rendas em PPP nas estradas. Sim, em rendas, porque não depende do número de carros em circulação.

Tudo isto na mesma altura em que o Tribunal de Contas arrasa as PPP nas estradas, e em particular nas SCUTS, denunciando vultuosos danos para o erário público. Para todos nós!

 O Jornal de Leiria de hoje publica também a notícia. Porque é notícia. Porque continua notícia, mas também porque Almerrindo Marques é uma personalidade do concelho de Leiria que, naturalmente, a região acarinha. Disse a este jornal: “terminei as minhas funções na Estradas de Portugal e vou trabalhar noutra empresa”, acrescentando que “nada mais” teria a acrescentar. Não é notícia, quis ele dizer!

Ao i – um jornal também com ligações (de capital) à região – declarou-se “tranquilo quanto às relações entre a construtora que vai dirigir e a empresa pública de que foi presidente desde 2007”. Acrescentou ainda que são “poucas as ligações” entre as duas empresas e que “quem não deve não teme”. É notícia, mas sem importância, quis agora ele dizer!

É claro que é notícia. E das más! Porque, como à mulher de César, não basta ser sério. Há que parecê-lo. E aqui não parece. O que é pena, porque Almerindo Marques tem 72 anos, uma carreira notável como gestor e cidadão, e uma imagem acima de qualquer suspeita a defender. Que, vá lá saber-se porquê, não soube defender!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics