Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Brasil 2014 XIII - Estava tudo a correr tão bem...

Por Eduardo Louro

 

 

Se existia alguma dúvida que a selecção portuguesa não se apresentou no Brasil minimamente preparada para este mundial, perdeu-se logo na primeira parte deste jogo com a selecção americana.

Deixemos de lado as difíceis condições climatéricas, porque são iguais para ambos, e porque não são novidade nenhuma. Por muito que as notícias dos portugueses de quinhentos sobre as condições climatéricas que lá encontraram pudessem não ser as mais correctas, há muito tempo que são conhecidas. E não consta que se tenham alterado recentemente!

Limitemo-nos pois apenas ao que foi a exibição portuguesa. E juntemo-la à de segunda-feira, contra a Alemanha!

Pela constituição da equipa inicial percebia-se que, para Paulo Bento, não se havia passado nada no jogo da Alemanha. Não mexeu se não no que foi obrigado pelas lesões de Coentrão e Hugo Almeida, e pelo castigo de Pepe. Rui Patrício é outra história, mas fica para outra vez…

Estava portanto tudo bem, não havia necessidade de nada alterar. E por isso nada se alterou, e nem mesmo a vantagem – com um golo mais oferecido que construído – alcançada logo aos cinco minutos de jogo, permitiu à equipa controlar o jogo e superiorizar-se ao adversário mais fraco do grupo.

As lesões musculares repetiram-se, duas em cada jogo. A Hugo Almeida e Fábio Coentão, juntaram-se Postiga e André Almeida… Como se repetiu o desacerto da defesa. E do meio campo. E do ataque. Mas tudo estava bem…

Parece aliás que para Paulo Bento tudo está bem, mesmo que acabe mal! Mesmo que se esteja perante a mais desastrada participação portuguesa numa fase final de um mundial. Pior que no México. Só que em 1986 Portugal estava a regressar a um mundial vinte anos depois. Não tinha qualquer prestígio a defender, não era a terceira ou a quarta selecção do ranking da FIFA, seja lá isso o que for e venha lá de onde vier. E não tinha o melhor do mundo!

 

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics