Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Desnorte genuíno

Mal-entendimento". Temido diz ter sido mal interpretada quando falou de  resiliência dos médicos - Renascença

 

Os médicos abandonam funções de direcção clínica e operacional nos seus hospitais por falta de condições para o exercício dessas funções. Mas abandonam também os hospitais do SNS, que trocam pelo estrangeiro e pelo sector privado, igualmente por falta de condições para exercerem a sua profissão. Porque são mal "geridos", porque vivem em organizações disfuncionais, porque lhes faltam meios, porque não se sentem motivados, porque não sentem reconhecimento e  porque são mal pagos. Porque o sistema não premeia o mérito, e varre tudo pela mesma bitola. E certamente por mais uma dezena de razões que cabem no flagrante desinvestimento no SNS na última década, incluindo aquele que os dois últimos governos esconderam atrás das cativações com que fintaram os Orçamentos (e os que os ajudaram a aprovar) e o investimento público.

Confrontada na Comissão Parlamentar de Saúde com a demissão em massa de médicos em cada vez mais hospitais, Marta Temido resumiu o problema a falta de resiliência. Para a ministra da Saúde não importa resolver qualquer daqueles problemas. Tudo se resolve passando a recrutar médicos com capacidade para lhes resistir. É o "ai aguenta, aguenta" de há anos. É um estado de espírito!

Claro que hoje veio dizer que não disse o que dissera, dizendo exactamente o mesmo que dissera. E pedir desculpa: "Se causei uma má interpretação, peço desculpa por isso, genuinamente, do fundo do coração". Mas indignada: "Os profissionais de Saúde, os portugueses, o Serviço Nacional de Saúde conhecem-me, eu trabalho há muitos anos no setor da Saúde, trabalhei com muitos profissionais e fico muito - e genuinamente - indignada com essa receção, com esse mau entendimento".

Pediu desculpa, mas a indignada era ela própria. É "genuinamente" o desnorte!

 

 

 

 

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics