Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Entusiasmo

 

Belo jogo do Benfica nesta estreia da nova época, ao contrário das camisolas, também em estreia. Aquelas camisolas não lembrariam a ninguém!
 
Mas não são as camisolas que importam, mesmo que não gostemos. É secundário, ao contrário da qualidade de jogo, essa sim, é que importa. E o Benfica apresentou em Moscovo um futebol que o que tínhamos vistos na pré-época não permitia, nem aos mais optimistas, perspetivar.
 
É sabido que em futebol uma equipa joga o que a outra deixa. A questão que se poderá levantar é se foi o Spartak de Rui Vitória a deixar muito, ou o Benfica a não deixar nada. Terá sido um pouco de cada, ficando a ideia que a equipa russa foi bem menos do que se poderia esperar; e a certeza que o Benfica foi bem mais do que tinha deixado adivinhar.
 
O Benfica entrou com três centrais, ao contrário do Jesus tinha proclamado, ao anunciar que jogaria com quatro defesas. Talvez seja isso, o treinador coloca três defesas centrais em jogo, mas não joga como normalmente se joga com três centrais, apesar dos laterias - Diogo Gonçalves, desta vez, e o habitual Grimaldo - jogarem subidos. Mas como jogam sempre. E o início de construção é também o mesmo, de sempre.
 
Daí que me pareça que a presença dos três centrais não tem nada a ver com o modelo de jogo do treinador. Tem, antes, tudo a ver com a qualidade de Otamendi, Lucas e Vertonghen. E com a dificuldade de deixar algum de fora. Até aí, tudo bem. O problema é que só podem jogar 11, e esse um a mais no centro da defesa, implica um a menos na frente.
 
Independentemente desta questão a verdade é que o Benfica fez um jogo muito bom, com uma excelente exibição colectiva e grandes exibições individuais, onde há que destacar Rafa e João Mário. E, se não deixou já a eliminatória resolvida - há sempre imponderáveis - bem poderia tê-lo feito, tão clara foi a sua superioridade sobre o adversário, e tantas foram as oportunidades para chegar a um resultado que deixasse já tudo resolvido. 
 
Na primeira parte foram quatro as ocasiões claras de golo - é certo que, nesse período, também permitiu uma ou duas ao adversário - criadas. E no fim do jogo puderam contar-se nove ou dez, sem que o adversário tenha somado mais qualquer outra. E ainda terão possivelmente ficado por assinalar três ou quatro penaltis, sem que se perceba por que é que estes jogos de apuramento para a Champions não têm VAR.
 
O 2-0 final (Rafa, aos 50 minutos; e Gilberto aos 74) abre boas perspectivas para o apuramento para o play off, mas é escasso para traduzir a realidade do jogo e a superioridade do Benfica, circunstâncias que certamente entusiasmam as hostes benfiquistas. E sabemos como o entusiasmo conta!

4 comentários

Comentar post

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics