Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Números para a recessão

FMI prevê recessão global de 3% em 2020, maior descida desde ...

 

Numa altura em que tanta gente dá palpites, e todos fazem contas à vida, havia uma certa expectativa para a divulgação das previsões económicas do Fundo Monetário Internacional (FMI). Ninguém gosta muito do que de lá vem, a sua reputação não é das melhores, mas ninguém despreza os seus dotes adivinhatórios. Mais a mais numa altura destas...

No Relatório com as Perspectivas Económicas Mundiais, ontem divulgado sobre o "Grande Confinamento", como chamou aos tempos que vamos vivendo,  o FMI admite que este ano a economia mundial vá viver a sua pior recessão de sempre, depois da I Guerra Mundial e de a Grande Depressão de 1929.

Para a economia portuguesa prevê uma recessão de 8,0% - quase o triplo da quebra na economia mundial, e acima dos 7,1% previstos para a União Europeia, e dos 7,5% para a Zona Euro - uma taxa de desemprego de 13,9%, e um défice de 7,1%. 

Números terríveis, bem acima dos das últimas previsões do Banco de Portugal (26 de Março) que apontavam, no pior cenário, para uma quebra de 5.7% no PIB e para 10,1% de desemprego. Mas condizentes com as palavras de Mário Centeno quando, dizendo há apenas dois dias, em entrevista à TVI, que não há previsões que valham sem se saber quando é que este confinamento poderá acabar para colocar a economia em movimento, dizia também que cada período de 30 dias (úteis) de paralisação provocava uma recessão de 6,5%.

Querendo isto dizer qualquer coisa como 4,5% ao mês, bastam 1,8 meses para atingir o terrível número do FMI. Um mês já lá vai e, para já, vem aí mais metade de outro em renovado estado de emergência ...

3 comentários

Comentar post

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics