Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Super Liga Europeia - a caixa de pandora da UEFA

Capa Jornal A Bola

A anunciada Super Liga Europeia, uma competição para juntar os maiores colossos do futebol europeu, e naturalmente mundial, a jogarem entre si, já com doze membros, e à espera de mais três, para constituírem os quinze fundadores, que depois escolherão cinco pobres para se juntarem à mesa, está a gerar grande indignação. Em especial entre os verdadeiros agentes do jogo - jogadores, treinadores e adeptos!

As instâncias políticas reprovam também o projecto, e as instâncias máximas do futebol, UEFA e FIFA declaram-lhe guerra. E no entanto são estes órgãos do topo da pirâmide do edifício do futebol europeu e mundial os primeiros e principais responsáveis pelo surgimento desta Liga dos ricos. Podem agora até fingirem de virgens ofendidas, mas são o verdadeiros culpados desta peregrina ideia ter nascido.

São culpados desde logo quando liquidaram as competições europeias, desportivamente sustentadas nas competições nacionais, para criar a Liga dos Campeões, rendidos ao objectivo de gerar dinheiro. Mais dinheiro e mais concentrado (Inglaterra, Espanha e Alemanha e Itália, com França numa segunda linha) para alimentar a espiral de enriquecimento, que faz dos ricos cada vez mais ricos.

Ora, os ricos, querem ser cada vez mais ricos. É natural. E era por isso inevitável que, depois da porta aberta pela UEFA, os clubes mais ricos queiram ainda mais.

Já são, na sua esmagadora maioria, detidos por grandes magnatas internacionais, da finança ou simplesmente do crime, organizado ou mesmo de Estado. Gente que neles investiu apenas para ganhar dinheiro com as suas representações, e com a sua projecção nas emoções dos adeptos. Às vezes apenas mesmo para, da mesma forma, lavar dinheiro.

Por isso, repito, nada de anormal nesta iniciativa destes doze clubes. Nem de novo. Esta é uma ideia que existe há muito, e que há muito defendem.

Acresce que a UEFA e a FIFA ao abrirem aquela caixa de pandora não resistiram a meter lá as mãos. Enriqueceram com ela e, pior, encharcaram-se em corrupção. Fazem parte do problema, o que torna mais difícil fazer parte da solução.

Mais uma vez ficamos com o exemplo alemão. Não entram nisto. E se calhar vale mais essa atitude do Bayern de Munique que todas as ameaças do Sr Ceferin.

 

5 comentários

Comentar post

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics