Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

A PESSOA ERRADA

Por Eduardo Louro

 

Quando o governo criou a Secretaria de Estado da Inovação e do Empreendedorismo - como eram diferentes esses tempos -  aplaudiu-se aqui quer a ideia quer a escolha do seu titular, um jovem com perfil inovador e empreendedor. Não se imaginaria então que, alguém que parecia a pessoa certa no lugar certo, fosse empurrado do governo na primeira oportunidade. E menos se esperaria ainda que a sua substituição viesse a abrir uma das polémicas que mais brechas poderá provocar no governo.

A nomeação de Franquelim Alves (foto da direita) representa a substituição da pessoa certa no lugar certo pela pessoa errada no lugar errado. Deveria estar justamente aqui o centro da polémica, até porque parece resultar de um processo de reforço do poder Secretário de Estado Almeida Henriques (foto da esquerda) – que ainda há dois ou três dias aqui trouxe - dentro do Ministério da Economia. Que, diz-se por aí, é quem verdadeiramente manda no Ministério!

Não lhe serem conhecidas especiais competências no domínio da inovação e do empreendedorismo não é o ponto. Quer dizer, o problema não está no lugar errado. Está na pessoa errada!

Não me parece que esteja em causa a competência de Franquelim Alves. Não o conheço - foi meu colega em Económicas, onde era à época destacado activista do MRPP, mas nunca fomos próximos – mas acredito que tenha condições de competência para o exercício destas como das funções públicas que anteriormente já ocupou. Mas, evidentemente que, com todos os escândalos do BPN bem frescos e a pesarem como pesam na carteira de todos nós, nomear para o governo alguém que por lá passou, mais que um grave erro político é uma afronta.

Que toda a gente, a começar por ele próprio – que tratou de apagar tal passagem do seu currículo – reconhece. À excepção do ministro Álvaro Pereira, que diz que bater neste assunto é baixa política. E do primeiro-ministro, que espera que o assunto morra depressa!

ACIMA DAS POSSIBILIDADES

Por Eduardo Louro

 

Enquanto em Belém tomavam posse os novos secretários de Estado, numa cerimónia sem cerimónias – certamente porque, nas palavras do primeiro-ministro, a remodelação “não tem dignidade para ocupar grande destaque político” – no Fundão, um dos que resistira no governo, Almeida Henriques, Secretário de Estado Adjunto da Economia, instado a comentar o novo máximo do desemprego (16,5%), divulgado hoje referente a Dezembro, dizia que isso se justifica por termos andado a viver acima das nossas possibilidades.

Fantástico, verdadeiramente extraordinário! É certamente por ter esta visão, tão brilhante quanto clarividente, que não foi remodelado e que ali estava a botar faladura enquanto a maioria dos seus colegas já estava em casa.

Desta é que ainda ninguém se tinha lembrado: o desemprego não pára de subir porque, vivendo acima das nossas possibilidades, criou-se emprego que não era necessário!

Já que não tem tino, nem vergonha, nem sequer imaginação convinha, no mínimo, que o secretário de Estado da Economia fizesse alguma ideia do que é a economia. E, já agora, que não vivesse acima das suas possibilidades. Bem limitadas, como se percebe!

 

 

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics