Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

8 anos

Resultado de imagem para oito anos

 

O Quinta Emenda faz hoje anos. Oito!

Foi assim que nasceu, ali entre o 10 e o 11 de Junho de 2010. Já lá vão oito anos. Todos os dias, como então prometido: chova, como há muito anda a acontecer todos os dias, ou faça sol, como esperamos que volte depressa  a fazer. E é assim que irá continuar. Todos os dias, se possível com sol... E, já agora, com algum interesse.

 

Vitórias anunciadas

Por Eduardo Louro

 

Ora bolas... Quando pensava que a notícia do dia seria o quinto aniversário do Quinta Emenda, lá vêm a da privatização da TAP e a da contratação do novo treinador do Benfica. Ainda se fosem grandes novidades...

Mas nem isso. São duas daquelas notícias que se não existissem passavamos bem sem elas.

Da privatização da transportadora aérea já ninguém há muito duvidava. Pelo menos desde que o ministro Pires de Lima disse, há para aí nove meses, que privatizar a TAP nesta legislatura seria uma vitória. Depois disso, está visto... Numa altura destas, com o governo a bombar - Portas dixit - em plena campanha eleitoral, não pode haver outra coisa que vitórias.

Esta é portanto a notícia de uma vitória anunciada. A outra é a de um Vitória anunciado... Tão anunciado que nem se percebe por que é haveria de ser notícia guardada precisamente para hoje. 

E quanto a voos... Acho que serão bem mais altos os do Vitória. Nas asas da Vitória, porque as do Neeleman ainda podem levar com chumbo...

 

 

O QUINTA EMENDA ...

Por Eduardo Louro

 

 

 

 

... Começou assim, já lá vão quatro anos. Fez um ano... dois anos... três anos... quatro...

Desta feita não há novidades. Tudo se mantém. Bem, há uma pequena novidade ... um novo link - países - aí ao fundo da barra do lado direito, o último dos links elencados. Não chega sequer a ser uma prenda para os leitores. Não é um brinquedo, mas é uma brincadeira...

Terceiro aniversário

Por Eduardo Louro

 

O Quinta Emenda faz anos. Três, quase tão velho como a crise, quase tão velho como a recessão que vivemos! 

Três anos a renegar o direito de ficar calado. A falar… A falar disto, a falar daquilo. E disto e daquilo!

Já mudou de imagem. Duas vezes. Nos três primeiros anos, três imagens diferentes. Este ano não muda. Vai, pela primeira vez manter a imagem, por mais de um ano!

Os conteúdos - esses – não mudam. São os que a actualidade dita, e os que a disponibilidade permite. Sem qualquer ideia persecutória, embora admita que às vezes até pareça. Irão ver que não! 

Na sua apresentação, quando o Quinta Emenda afirmava ter nascido, perguntava-se: Porquê hoje?

A resposta foi dada, mas não vem agora para o caso. Mas referiu-se ao day after de muitas coisas, uma delas a declaração de insustentabilidade do país pelo Presidente da República (PR) – Cavaco Silva. É verdade, o PR – que tanta página deste blogue tem enchido – há três anos, no dia em que o Quinta Emenda nascia, dizia que o país era insustentável. Já vivíamos esta crise que nos consome, já esta recessão que destrói a riqueza do país estava instalada. Já o desânimo tomava conta de muitos de nós, já o desemprego roía a sociedade portuguesa…

O país era, para o PR, então insustentável. Hoje, está optimista com o país, conforme confirmava ainda há pouco, na entrevista a Fátima Campos Ferreira, na RTP. Hoje, não é só o país que é sustentável, é também a dívida – que, entretanto e como se sabe, subiu exponencialmente – que se tornou sustentável. Disse que hoje há confiança no país. Que os credores acham que o país tem capacidade para lhes pagar os juros e lhes reembolsar a dívida.

Foi um retrato de sucesso, o que o PR deu do país. Uma só falha, se bem que, como expressou, falhanço é palavra exagerada para o que se está a passar com o desemprego!

Pois é. O Presidente Cavaco também quis associar-se a este terceiro aniversário … Não quis deixar de reforçar a justeza de ser a  figura da classe política nacional mais referida no Quinta Emenda. Não é perseguição, como se vê! 

SEGUNDO ANIVERSÁRIO

Por Eduardo Louro

 

 

O Quinta Emenda faz hoje dois anos!            

 

Começamos assim!

  

À entrada do segundo ano mudamos ligeiramente a imagem. E ficamos como nos viam até hoje. Assim:

 

 

Entramos hoje no terceiro ano de vida e mudamos de imagem. Ficamos assim, como estão a ver. Será que gostam? Espero que sim!

Mudamos de imagem ao fim de cada ano. Mas só isso. No resto o Quinta Emenda não muda, mantém-se fiel aos seus princípios, não abdicando de nenhum deles. Com erros - claro que sim – mas com a mesma vontade de continuar a ser uma presença constante e diária na blogosfera.

O Quinta Emenda não é um blogue da primeira divisão da blogosfera. Diria que é dos regionais, só não o faço porque está espalhado pelo mundo. Pelos vários cantos do mundo!

Não bate recordes de visitas, nada disso. Mas mantém leitores fiéis por esse mundo fora, porque há portugueses pelo mundo fora.

Faz mais que as exportações do país. Portugal exporta cerca de 30% do que produz. O Quinta Emenda exporta mais: tem mais visitas e leitores fora (57%) do que dentro do país. Nos Estados Unidos, no Brasil, em Angola, em Moçambique, em Macau e noutras zonas da Ásia. E por toda a Europa!

À entrada deste terceiro aniversário queria deixar aqui um agradecimento especial a todos os que, longe do país, acompanham diariamente o Quinta Emenda. Em particular para os mais assíduos, aqueles que em Mountain View, na Califórnia, e em Colorado Springs, nos Estados Unidos, e em Fontenay-le Fleury, Ile de France, em França naturalmente, nos fazem companhia todos os dias!  

Gostaria que fosse possível estreitar essas relações, designadamente pelo reforço da participação na caixa de comentários. Como gostaria de saber o que pensam da nova imagem. Os leitores do Quinta Emenda não são muito dados a isso. Não sei se por princípio, se por falta de motivação ou se por falta de interesse daquilo que por cá se escreve. Mas lá que gostava, gostava. Aqui, na caixa de comentários, ou no facebook, mesmo com um simples like!

Aproveito ainda esta oportunidade, mais virada para dentro, para dizer que o Futebolês será interrompido durante o Euro 2012. Porque seria futebol a mais, dado o compromisso de acompanhar diariamente esta competição de selecções nacionais da Europa. Regressará depois, aos sábados, como sempre.   

 

PRIMEIRO ANIVERSÁRIO

Por Eduardo Louro 

 

O Quinta Emenda completa hoje o primeiro aniversário. Foi assim que começou, há precisamente um ano. QUANDO UNS SE CALAM, era este o título:

 

A quinta emenda à constituição dos Estado Unidos da América reconhece aos americanos um direito fundamental: o de ficarem calados! E esse não é um direito menor, não senhor! É um dos mais importantes direitos de cidadania. Que o digam os que passaram por Guantânamo, que não eram cidadãos americanos…

A mim, que felizmente não passei por lá, não me apetece ficar calado. E por isso aqui estou!

Apareci por aqui através do Vila Forte (1), um blogue onde eu andava feliz e contente quando, mesmo não sendo americano, decidiu invocar o direito que a quinta emenda lhe confere: calar-se! Como a mim não me apetecia ficar calado… aqui estou. A solo, por enquanto!

Não é fácil nem difícil manter sozinho um blogue com um mínimo de interesse. É impossível! Por isso o Quinta Emenda só pode não ter o mínimo de interesse, apesar dos meus esforços. Não me obrigo a ter coisas novas todos os dias, mas tentarei que todos os dias se note que o autor passou por aqui. Nem que seja um simples gesto de picar o ponto, como a gente vê em algum funcionalismo público. E irei dar sequência a uma rubrica que vinha mantendo no Vila Forte: o Futebolês (2).

O Quinta Emenda nasce hoje!

Porquê hoje?

Porque é o day after do dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, do dia em que soubemos, pela mais alta voz regime, que o país não é sustentável? Porque é o dia de arranque do Campeonato Mundial de Futebol, o primeiro em África e o das intoleráveis vuvuzelas? Porque é um dia capicua, e eu gosto de capicuas como de pão com manteiga dos dois lados?

Por tudo isto e por nada disto. Porque hoje perdi um familiar que muito amo. Porque hoje se calou para sempre uma das vozes da minha vida…

 

(1) Tudo se mantém. Com uma excepção: deixei de fumar. Fiz bem! 

(2) Estão publicadas 30 edições disponíveis através de link aqui ao lado disponível dentro de dias. 

LIFTING

Por Eduardo Louro

 

O Quinta Emenda está a completar o seu primeiro ano de vida: assinala amanhã o seu primeiro aniversário!

Um ano é, para algumas coisas, muito tempo. Para outras pouco ou muito pouco! Para o Quinta Emenda não é muito nem pouco. É apenas tempo!

E tempo de refrescar a imagem, de um lifting… Com a preocupação de manter a mesma sobriedade, mas também a mesma identidade, um certo ar panfletário que não renega. Antes, desse ar panfletário, sobressaía o Speakers Corner do Hyde Park como o must do espaço intervenção pública, um espaço romântico e romantizado de fazer opinião. Agora sobressai uma imagem da Nova Iorque dos anos 20 do século passado, onde já os mercados financeiros faziam das suas… e o protesto se mobilizava!

Antes, o mote do Quinta Emenda – “tenho o direito de ficar calado, mas não fico” – estava meio escondido, não por vergonha mas apenas porque era pequenino. Agora já se vê bem, entra pelos olhos dentro. Pudera, já tem um ano!

 

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics