Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Desportivismo

Resultado de imagem para iker casillas

 

No dia em que passam 25 anos sobre o desaparecimento de um mais míticos desportistas da História, e do mais extraordinário piloto da fórmula 1, apraz-me registar as generalizadas manifestações de solidariedade com Casillas, e em particular a do meu Benfica. 

Aqui deixo também o meu regozijo pelo sucesso da rápida intervenção médica que, ao que tudo indica, permite que este grave incidente lhe não deixe marcas e limitações irreversíveis. E os meus votos para o seu rápido e pleno regresso ao futebol, em cuja História ocupa uma das mais brilhantes páginas.

Uma lenda

Por Eduardo Louro

 

 

Ayrton Senna da Silva faria hoje 54 anos, e morreu há vinte. Foi para muitos, entre os quais me incluo, o maior piloto de sempre da fórmula um. Sem ele, a disciplina máxima do desporto automóvel nunca mais foi o mesmo. Com ele, morreu a paixão da fórmula um, que não, evidentemente, o negócio. Esse permaneceu em mãos que o souberam e sabem fazer prosperar...

Foi sobre a sua morte que se ergueu o maior sucesso da história da fórmula um, o heptacampeão Michael Schumacher, agora também atingido pela tragédia, que nunca conseguiu mobilizar as ondas de paixão que o brasileiro suscitou. Com Senna, dificilmente Schumacher teria ganho tanto… E com Senna, por muito injusto que possa parecer, e por muito politicamente incorrecto que agora possa parecer, dificilmente largaria o papel de vilão que lhe parecia reservado…

Houve Schumacher, há Vettel... Mas como Ayrton Senna não há ninguém!

FINALMENTE PERFEITO

Por Eduardo Louro

 

Há mais de um quarto de século que se não via este carro chegar à frente. Ganhar e ocupar o lugar mais alto do pódio.

A última vez que um Lotus ganhara aconteceu nos Estados Unidos, em 1987, pela mão e pelo talento único de Ayrton Senna…

Depois de anos de afastamento, a Lotus regressou o ano passado ao circo da fórmula 1. Com o verde, o very british Jaguar green… Este ano voltou ao seu preto e dourado – como Raikkonen, depois de dois anos perdido pelos ralis, regressou à especialidade máxima do desporto automóvel, a sua praia – ganhou, e tudo ficou finalmente perfeito!

1º de MAIO

Por Eduardo Louro

             

Festeja-se o dia do trabalhador, com poucos motivos de festejo mas muitos de protesto.

Mas assinala-se também hoje a morte de Ayrton de Senna, o mito da fórmula 1. Foi há dezoito anos, em Imola, no grande prémio de S. Marino…

Os milhões fãs não o esquecem, nem esquecem aquela também já desaparecida curva maldita!

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics