Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

FUTEBOLÊS#132 ARMA SECRETA

Por Eduardo Louro

 

Arma secreta é uma das mais conhecidas expressões do futebolês e enquadra-se nas expressões de origem bélica que tantas vezes são exportadas para outros domínios. Cada equipa joga com as armas que tem, diz-se frequentemente para justificar aquelas atitudes que mais chocam com o fair-play a que, normalmente, recorrem as equipas com menos recursos.

Na realidade cada equipa joga com os jogadores que tem. E as que os têm de menor valia tentam compensar isso com uma série de malandrices: umas, malandrices de anti-jogo, outras, apenas malandrices estratégicas, um bocado de jogo do gato e do rato. Mas chamam-lhe armas!

A arma secreta não é, claro, nada mais que um jogador. Um jogador que fica escondido, que não entra de início para, a dada altura do jogo entrar em campo e surpreender. Surpreender tudo e todos, revolucionar o jogo e decidir o resultado!

Por incrível que pareça, é normalmente grande a tentação – quer de treinadores quer de adeptos – de acabar com as armas secretas. Parecendo que toda a gente estaria interessada um preservar e guardar bem guardadinha a arma secreta, a verdade não é bem essa. A gula e a ambição desmedida são as grandes inimigas da arma secreta. Os adeptos pensam assim: se este tipo entra e resolve, tem de entrar logo no início para resolver o jogo sem correr riscos; se é este que resolve que sentido faz estar lá outro que não adianta nem atrasa? O treinador não pensa bem assim, mas pensa que, se este tipo entrou e resolveu merece ser titular da próxima vez. E pensa mesmo que se não lhe der a titularidade ele poderá perder o estímulo.

A própria arma secreta é auto-destrutiva. O próprio jogador raramente se sente bem na pele de arma secreta. Acha também que merece ser titular e, se não lhe for entregue, passa a reclamá-la.

Com tantos inimigos é natural que a arma secreta seja uma espécie em vias de extinção. E a verdade é que é. Já lá vai o tempo em que praticamente todas as principais equipas tinham uma arma secreta. Quem se der ao trabalho de puxar pela memória vai lembrar-se de muitas: o César Brito, no Benfica, o Juary, no Porto já lá vai uns anitos. Mais recentemente, em 2005, lembramo-nos do Pedro Mantorras, a verdadeira arma secreta de um título tão gostoso quanto improvável. Mais recentemente ainda, na última época, o James, no Porto e o Carrillo no Sporting, foram armas secretas. Inevitavelmente, deixaram de o ser: o James por responsabilidade dos adeptos; o Carrillo não se sabe porquê… Talvez porque no Sporting a arma secreta já não seja jogador, é treinador. Por isso é que muda tanto, para estar sempre a surpreender o adversário. O que se está a passar nesta altura não tem nada a ver com qualquer tipo de dificuldade em convencer alguém a vir treinar a equipa nos próximos seis meses. Tem apenas a ver com a dificuldade em encontrar alguém verdadeiramente capaz de surpreender: uma arma secreta!

Na selecção nacional também há uma arma secreta: o Varela. Também está em extinção mas não é por qualquer daquelas razões. Nem os adeptos acham que deva jogar de início, nem o Paulo Bento tem problema nenhum em mantê-lo no banco, nem ele próprio acha que mereceria ser titular. Simplesmente esgotou as pilhas!

 

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

JORNAIS

AFINIDADES

BENFICA

OUTROS QUE NÃO SE CALAM

FUTEBOLÊS

TROIKAS

FUNCIONALIDADES

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: