Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

SEJA UM FIDALGO, SENHOR PRIMEIRO-MINISTRO!

Por Eduardo Louro

 

Perante o desvio colossal na receita de impostos com que o ministro das finanças perdeu o pio, o primeiro-ministro veio dizer que “ainda é cedo para estar a falar” em mais medidas de austeridade.

“Ainda é cedo”. Ficamos todos mais descansados! Basta preocuparmo-nos quando chegarem…

Claro que não basta. Que há razões de sobra para estarmos muito mais preocupados. Desde logo porque, quando estávamos fartos de saber que era aqui que tudo isto vinha dar, com o governo e troika a dizerem que estávamos no bom caminho, o primeiro-ministro ainda vem dizer que o Governo está a analisar em que medida a quebra de receitas fiscais pode pôr em causa o objectivo do défice. Objectivo que, reitera, vai ser cumprido!

Analisar em que medida pode pôr em causa o objectivo do défice? Mas está a brincar connosco?

Não há a mínima possibilidade de chegar ao fim do ano com o défice nos 4,5% estabelecidos. Toda a gente o sabe! Nem sequer com mais medidas de austeridade, nem sequer com o novo imposto que encomendaram ao Dr Miguel Cadilhe e que ele quer embrulhar no pacote da dívida e não no do défice. Pela simples razão que, sem ser nas folhas de Excel do Dr Vítor Gaspar, já não há de onde tirar mais!

A única alternativa é pedir à Srª Merkel, nem que seja de joelhos e fazendo uso da condição de aluno obediente - que não de bom aluno, como se diz -, que isso sabemos que Passos Coelho sabe fazer,  que reveja em alta os objectivos do défice que nos fixou para este e para o próximo ano.

Senhor Primeiro-Ministro: pode continuar a dizer que nem mais dinheiro nem mais tempo, pode dizer que está a analisar o que quiser, pode até dizer que a queda nas receitas não põem em causa o défice. Pode dizer todos os disparates que quiser mas, por favor, nas próximas quinta e sexta-feira, não se esqueça de tratar disso com a Srª Merkel. Nem que tenha que ir procurar aquela corda que há 900 anos serviu a Egas Moniz…

Seja um fidalgo, Senhor Primeiro-Ministro!

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics