Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Euro 2020 - Futebol de autor, com assinatura

 

Itália e Bélgica discutiram em Munique o acesso às meias-finais, no mais entusiasmante jogo destes quartos de final. 
 
A Itália confirmou todos os créditos que tem vindo a conquistar nesta competição, com o seu futebol de autor, e com assinatura. Confesso que, tendo sido grande admirador do futebolista Mancini, o treinador Mancini nunca me tinha entusiasmado. Até aqui!
 
O que Mancini fez do futebol da squadra azurri é deveras impressionante. É sem dúvida o grande futebol deste Europeu!
 
Os italianos começaram logo por impor o seu futebol de campo todo, ora de pressão em todos os metros quadrados, ora de colocação milimétrica a anular linhas de passe ao adversário. De ocupação de espaços, de circulação, da bola e dos jogadores, e de exploração dos espaços do adversário, tudo isto numa dinâmica de jogo absolutamente única neste Europeu.
 
Não obstante tudo isso foram dos belgas, em transições rápidas a criar as duas primeiras, e as melhores oportunidades para marcar. Duas, ambas negadas por Donaruma, provavelmente, aos 22 anos (parece um veterano, não é?), o melhor guarda-redes do mundo, mesmo que ainda no primeiro quarto de hora de jogo Bonucci tenha feito entrar a bola na baliza de Courtois, depois anulado por fora de jogo.
 
Quando à passagem da meia hora Barella fez o primeiro golo, numa excelente execução, rodeado de adversários, apenas aconteceu a coisa mais natural deste mundo. E quando, pouco mais de 10 minutos depois, Insigne executou mais uma obra de arte para a galeria deste Europeu, aconteceu exactamente o mesmo.
 
A equipa belga estava encostada às cordas, e a superioridade italiana era demasiado flagrante. Só que … Há sempre um que. Em cima do intervalo o lateral direito italiano, Di Lorenzo, cometeu penalti - afastou com o braço, dentro da área, o endiabrado Doku, hoje o melhor dos belgas - e Lukaku reduziu para o 2-1, que faria o resultado final.
 
Com este golo a Bélgica foi para o intervalo com condições de discutir o resultado, coisa que antes não era fácil de imaginar. No regresso para a segunda percebeu-se que os belgas até poderiam ter condições de discutir o resultado, de discutir o jogo é que parecia que não. Os italianos continuaram a mandar no jogo, e a espalhar futebol pelo relvado, com os belgas incapazes de contrariar tamanha superioridade, até porque De Bruyne, ao contrário de Eden Hazard, havia sido recuperado para o jogo sem que nunca parecesse recuperado. Menos ainda à medida que o tempo ia passando.
 
Só que … Desta vez é diferente. Mas a verdade é que nos vinte minutos finais - mais com o coração. é certo,  mas o jogo também se faz de alma e de querer - a Bélgica virou o rumo do jogo. E poderia até ter chegado ao empate. Só não chegou porque Spinazzola conseguiu, só porque estava ali, desviar uma bola tocada por Lukaku - que assim igualaria Cristiano Ronaldo - a centímetros da baliza (na foto).
 
Spinazzola. o melhor lateral esquerdo deste europeu - se bem que com muitos rivais, esta é a posição em que mais jogadores se distinguiram nesta competição - evitou este golo e, logo a seguir, esteve na última oportunidade de golo da Itália, que poderia ter fechado o jogo, antes de se lesionar, com aparente gravidade, e abandonar o campo e certamente a prova. Vai ser uma baixa de relevo na equipa de Mancini para o que resta do Europeu.
 
E o que resta à Itália dificilmente se reduzirá ao próximo jogo. Ficará ainda a faltar provavelmente o da final, com a Inglaterra. Provavelmente … o tal slogan da tal cerveja dinamarquesa.

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics