Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Luto nacional

Governo aprova três dias de luto nacional - Notícias - A Embaixada -  Embaixada de Portugal em Moçambique

Três dias de luto nacional pela Rainha de Inglaterra?

Por que carga de água?

Bom... se as televisões portuguesas vão em duas semanas sem falar de outra coisa, se calhar ainda é pouco. Mesmo assim gostaria de saber que outros países, à excepção daqueles que obedeciam à soberania da rainha, decretaram idêntico luto. 

Isabel II reinou muitos anos. Ainda assim não tantos que tenha sido ela a assinar aquele telegrama de 11 de Janeiro de 1890. Que, curiosamente, é sempre esquecido, ao contrário da mais antiga aliança do mundo. Há muito mais tempo - mais de 500 anos antes - mas sempre lembrada.

Que raio de memória selectiva...

Rainha Isabel II (1926-2022)

Brasileira relata reação a morte da rainha Elizabeth II em metrô de  Londres: 'Um passageiro se levantou e anunciou 'God save the queen'' |  Paraná | G1

Terminou hoje o mais longo reinado da mais determinante monarquia do mundo. E o mais logo da Europa, e da História mundial, logo a seguir - mas muito próximo - ao de Luís XIV, em França, há quase quatro séculos.

Dois dias depois de ter empossado a primeira-ministra Liz Truss, décimo quinto chefe do governo do seu reinado, morreu a Rainha Isabel II, a mais carismática soberana da mais carismática monarquia. E com ela só não morre muito da História mundial do século XX porque a História não morre. Vive sempre!

 

Pois é, tinha que ter alguma coisa para dizer sobre isto!

 

Estava a ver que acabavam as celebrações dos 70 anos do reinado de Her Majesty Queen Elizabeth sem que disso aqui desse conta. 

Não segui os acontecimentos de perto. Nem de longe. Mas fui apanhando nas notícias uma ou outra coisa, percebi que a estrela do primeiro dia foi o príncipe Louis, o mais novo de Kate e William, duque de Cambridge. Que tomou conta da varanda Palácio de Buckingham, onde Harry e Meghan não tiveram entrada, e das capas de revistas. Reparei na elegância de kate, claro. Meghan também não ia nada mal, quando teve direito a aparecer, na missa em St Paul's Cathedral. Nem mesmo a mulher de Boris Johnson, apesar daqueles apupos todos, que não seriam certamente pelo vestido. Gosto daquela cor, como se sabe.

Ouvi de relance especialistas em protocolo a dizer banalidades. E fiquei até a saber que há "consultores de sociedade", que era profissão que ignorava. Mas o que me fez mesmo ter alguma coisa para dizer sobre estas celebrações foi ter apanhado de raspão uma entrevista, em estúdio, da nossa duquesa de Bragança. A Senhora Dona Isabel Herédia, a esposa do nosso pretende ao trono, o Senhor Dom Duarte, como um dia destes ouvi chamar-lhe numa amena cavaqueira entre dois jovens monárquicos, que se passava ao meu lado no intervalo de um evento social, que para aqui não interessa nada.

Não tinha nota de aparições públicas da Senhora Duquesa - falha minha, com certeza - e não quis perder a oportunidade de ouvir o que ela tinha a dizer. Confesso que, mais do que tinha a dizer, a minha curiosidade era pela forma de expressão. Pela desenvoltura e pela articulação verbal. Mais pela forma que pelo conteúdo, de que não esperava nada de especial. Desiludido logo nas primeiras sílabas pela forma, esperei pelo conteúdo. E aí fiquei siderado: a senhora duquesa começou por dizer que tudo aquilo, todo aquela festa popular só era possível na monarquia. Que na República nunca haveria um Presidente tantos anos. Não imaginam o que me sossegou ficar a saber que Putin poderá estar por dias, e que kim jong un - que, já agora, também felicitou a Rainha pelo seu jubileu de platina -  não se pode fiar na sua juventude. 

O ímpeto decisivo para trazer aqui estas celebrações surgiu quando a senhora duquesa rematou a entrada com "veja bem, toda a gente em todo o mundo conhece a Rainha de Inglaterra, e ninguém sabe quem é o Presidente da República da Alemanha". Só que foi o mesmo que me deu para deixar a senhora por ali, e desligar o televisor.

 

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics