Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Requiem pelos Vivos

Convidado: Luís Fialho de Almeida

 

O “Requiem pelos Vivos” de Johannes Brahms, ou “Requiem Alemão op. 45”, foi o concerto escolhido para abertura da 10ª Edição do Festival “Terras Sem Sombra”, com o maestro Giovanni Andreoli, que dirigiu o Coro do Teatro Nacional de S. Carlos. O Festival teve início no passado dia 29, em Almodôvar e vai decorrer até dia 5 de Julho, em mais seis localidades do Alentejo, sob a direcção artística de Paolo Pinamonti, que se despede de 40 anos de carreira nos palcos de todo o mundo. 

Passando dos factos às ideias, e à associação destas, destaco esta obra musical que, entre nós, não tem a divulgação do Requiem de Verdi ou do Requiem de Mozart, mas, para mim, tem a expressão artística do moribundo contexto político e social que nos foi deixado pela mediocridade dos sucessivos governos ao longo destes 40 anos de democracia.

Brahms, como protestante que era, direciona o seu Requiem aos vivos, pelo que podemos dedicá-lo à decadência dos vivos que perdem o emprego e o pão, que trocam a esperança pelo desespero, o sorriso pela tristeza, a paz pela violência, o lar pela rua. Os indicadores da desagregação social têm a interpretação mais diversa em função do espírito do intérprete. Paulo Portas, que antes do famoso “irrevogável” era crítico de algumas medidas de austeridade, agora, com o penacho de vice-primeiro ministro, passou a militante optimista, para o qual os indicadores de crise são promissores relativamente ao futuro, mascarando, com patética convicção, tudo o que seja indicador recessivo. Para Passos Coelho o país está melhor, naturalmente porque se aproximam eleições. Dados do INE e relatórios comunitários indicam que em 2012 o risco pobreza atingiu quase 2 milhões de pessoas (18.7 % da população), e cerca de 1.1 milhões estarão em pobreza severa. Mais de metade dos jovens até aos 30 anos não consegue ser independente. O número de pessoas a viver nas ruas terá duplicado ou triplicado nos últimos dois anos, segundo a percepção da União das Misericórdias Portuguesas. Portugal é o terceiro país da Europa onde o suicídio mais cresceu nos últimos 15 anos, mais de cinco pessoas por dia (relatório europeu).

O Requiem pelos Vivos, também chamado de Requiem Alemão, pode ainda ser uma alegoria à centralidade politica e económica da Alemanha, onde Passos Coelho passou a ir a despacho, para validar orientações e estratégias, trocando Bruxelas por Berlim. A Alemanha, isolada na liderança europeia, sem a parceria franco-alemã do tempo de Sarkozy, e que teve más experiências expansionistas nas guerras de 1914-1918 e 1939-1945, tem agora a oportunidade, pela via diplomática e económica, sem recorrer a baionetas, balas ou câmaras de gás, de impor a sua tutela, começando pelos desgovernados e marginalizados do poder decisório. Nesta guerra não há sangue e os Tribunais Internacionais não julgam estes crimes. As pessoas desistem de si, emigram, excluem-se, suicidam-se e as estatísticas não as registam com rigor, apenas tem a percepção da sua existência. 

O Requiem pelos Vivos é o Requiem pelos que morrem lentamente. Que morrem de si mesmo!

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts recentes

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics