Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Em bicos de pés

Lula diz que EUA e Europa prolongam guerra na Ucrânia | Ucrânia e Rússia |  G1

A presença de Lula na Assembleia da Pepública no 25 de Abril já era suficientemente polémica. Por tudo e mais alguma coisa, a começar no "pecado original" de Marcelo, que abriu a "caixa de trapalhadas" que se seguiu.

Agora, com Lula em bicos de pés na cena internacional, aumentou. Sempre que Lula se põe em bicos de pés, as coisas tendem a correr mal. Não é de agora, nem será por ser baixinho.

Ou talvez seja!

 

 

Evidentemente não havia necessidade

Montenegro desagradado com espaço dado a Lula no 25 de Abril

Evidentemente que a participação de Lula na cerimónia oficial das comemorações do 49º aniversário do 25 de Abril, na Assembleia da República, nem faz sentido, nem tem sentido de oportunidade.

Evidentemente que tal coisa sem sentido, e inoportuna, teve origem no Presidente Marcelo, que agora "tira o cavalinho da chuva". Evidentemente que o calendário estabelecido para a visita oficial a Portugal do Presidente do Brasil a atirava desde logo para uma situação destas.

Evidentemente que o MNE, ao tomar para si a revelação dessa participação, à revelia da formalidade institucional, e metendo a foice em seara que não lhe pertencia, meteu os pés pelas mãos e mandou-se, de cabeça, para mais uma trapalhada. Quando já tem tantas na sua conta.

Evidentemente que Ventura chamou-lhe "um figo". Evidentemente que Montenegro também quer o "figo". Evidentemente que a IL também gosta de  surf...

Evidentemente que Augusto Santos Silva vai "tomar conta da situação".

Evidentemente, não havia necessidade...

Cumplicidades

Campus de Justiça de Lisboa foi inagurado pelo primeiro-ministro José  Sócrates em 2009? - Polígrafo

José Sócrates já está no Brasil, para a tomada de posse do Presidente Lula. Para o mesmo efeito, o Presidente Marcelo parte hoje, pelo que lá se encontrarão.

Marcelo - que em Julho, quando lá esteve a fazer umas tristes figuras, já tinha avisado que lá estaria, na posse de quem quer que fosse - faz parte de uma lista de chefes de Estado que confirmou a presença na cerimónia; Sócrates, como se sabe, faz parte dos amigos pessoais de Lula. Que faz parte da lista de cumplicidades de Sócrates...

Chocando mais, menos, ou nada, não é a presença de Sócrates no Palácio do Planalto, em Brasília, para a tomada de posse de Lula que é notícia. Nem que, tendo, quer o Ministério Público quer a juíza Margarida Alves, do Tribunal Criminal de Lisboa, entendido haver perigo de fuga - entendimento reforçado durante  as diversas viagens de Sócrates ao Brasil, sem delas ter informado as autoridades judiciais portuguesas - a única medida de prevenir esse risco tenha sido obrigá-lo a apresentações quinzenais num quartel da GNR. Notícia mesmo é que, para esta Justiça, quinze dias não é tempo suficiente para quem quer que seja desaparecer do seu radar.

Não faço ideia se Sócrates comunicou, ou não, à Justiça que ia sair do país. Creio até que, não ultrapassando os cinco dias de ausência do país, nem a isso estava obrigado. E como, se tudo correr bem, Sócrates estará de volta para se apresentar na GNR no próximo décimo quinto dia - a 8 de Janeiro -, fica demonstrado que, em 15 dias, ninguém foge à Justiça portuguesa!

Suspiro de alívio

Veja em quais países Lula ganhou para presidente no segundo turno | O TEMPO

Lula venceu as eleições, e é, de novo, 12 anos depois, Presidente do Brasil. Com mais 2 milhões de votos que Bolsonaro, mas apenas 1% de vantagem. 

Respira-se de alívio. Mas também se pode conter a respiração, de medo. O país está dividido ao meio e carregado de ódio. E de armas. As instituições estão minadas. O sistema político é complexo e anacrónico, e o judicial pouco menos que isso. Não se sabe como Bolsonaro reagirá à derrota. Nem, mesmo que aceite como veredicto democrático, o que fará do país daqui até Janeiro, quando entregar o poder. 

 Com menos de 51% dos votos, minoritário na câmara dos deputados e no senado, e com a teia de compromissos contraditórios, muitos deles não menos anacrónicos, que  teve de construir para garantir a eleição, Lula da Silva tem pela frente uma espécie de missão impossível. 

Para esta missão impossível tem a seu favor o apoio internacional, e o das figuras mais marcantes da sociedade brasileira. E a esperança que tenha aprendido com o passado... 

Eleições no Brasil

Eleições 2022: Lula vence em 14 Estados e Bolsonaro em 12 e no DF - BBC  News Brasil

Nada ficou decidido nas híper polarizadas eleições para a presidência do Brasil. Lula a venceu a primeira volta, com mais 5 milhões de votos, e 5 pontos percentuais que Bolsonaro, mas bem longe dos resultados que as sondagens apontavam, e ainda a dois pontos percentuais do resultado necessário para garantir a eleição na segunda volta, no próximo dia 30 de Outubro. Para o que os 5% de votos de Simone Tebet serão certamente decisivos, e eventualmente garantidos à custa de um relevante lugar no governo.

Bolsonaro perdeu, mas não saiu derrotado. E poderá até ter saído reforçado desta primeira volta. Porque acabou por superar a votação da primeira volta de há 4 anos, mas acima de tudo porque "ganhou às sondagens". E com grande vantagem, chegando aos 43% dos votos, quase 10 pontos percentuais acima do que lhe apontavam. E porque o bolsonarismo está decididamente instalado no Brasil, tendo até reforçado posições no Congresso e no Senado.

Se este reforço será apenas utilizado para uma recandidatura às próximas eleições, daqui a quatro anos, ou já agora nesta segunda volta, em expectáveis manobras sujas de manipulação é, mais que o resultado final, no fim do mês, a dúvida que sai dos resultados de ontem. Outra será se Bolsonaro limitará a imitação a Trump à contestação aos resultados, ou se a alargará a qualquer coisa correspondente à invasão do Capitólio. Que, no Brasil, tem tudo para atingir dimensões ainda mais graves!

"No Brasil nunca há problemas"

(Foto: Paulo Novais)

 

Não é só o governo que não larga as trapalhadas. O Presidente da República não lhe quer ficar atrás, e vai somando e seguindo. 

Esta viagem ao Brasil já era mais uma trapalhada de Marcelo ainda antes de ele ter chegado ao aeroporto, ontem, para embarcar. Hoje, mais de 24 horas depois, a trapalhada passa a coisa mais séria. E grave!

A viagem, nas suas próprias palavras, tinha dois objectivos - assinalar o centenário da travesssia aérea do Atlântico, o feito de Gago Coutinho e Sacadura Cabral, no Rio de janeiro; e participar na abertura oficial da 26.ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, onde Portugal é país convidado de honra, em ano de celebração dos 200 anos anos da independência do Brasil. A deslocação a Brasília, a convite de Bolsonaro, estava na agenda mas, nas suas palavras à partida, surgia como uma espécie de complemento.

Isto porque, a poucas horas da partida, surgiu a notícia que Bolsonaro anulara essa visita, em retaliação por, em S. Paulo, o Presidente português se encontrar com Lula, que lhe vai disputar a eleição presidencial, ao que dizem as sondagens, como favorito. Na visita a S. Paulo, da agenda de Marcelo constam encontros com três ex-presidentes brasileiros: Fernando Henrique Cardoso, Michel Temer e ... Lula da Silva. Isto é, o Presidente brasileiro sentindo-se no direito de controlar a agenda do Presidente português, "desconvidou-o".

Marcelo não acha nisso mal nenhum. E não reagiu, limitando-se a dizer à partida, ainda no aeroporto, que não tinha recebido qualquer desconvite, acrescentando apenas o ditado popular que "a casamento e baptizado não vás sem ser convidado". Como, que se saiba, Bolsonaro não teria convidado para nenhum casamento, nem para nenhum baptizado, apenas somou trapalhada à trapalhada do "desconvite". 

Já no Rio, a prioridade foi um mergulho - de resto devidamente anunciado como parte da agenda, para que não faltassem câmaras de televisão para captar as suas habituais banalidades - nas híper poluídas águas de Copacabana, onde afogou de vez,  qualquer espécie de reacção firme ao desplante e ao enxovalho de Bolsonaro. Em Portugal, o povo que ele representa, também diz que "quem não se respeita não merece ser respeitado". Não tem receita apenas para casamentos e baptizados, também tem receita para respeito!

Não tem é receita para as trapalhadas dos que escolhe para o representarem. 

"No Brasil nunca há problemas", disse-lhe o avô. Como toda a gente sabe! 

Voltas trocadas

Resultado de imagem para carles puigdemont

 

Quando Lula vê abrirem-se as portas da prisão para entrar, Carles Puidgemont vê-as abrirem-se para sair. A absurda acusação de rebelião que o Estado espanhol utilizou foi considerada “inadmissível” pelo tribunal  alemão por, como era evidente, se não cumprir o requisito de violência.

Acabou, mesmo assim, por aceitar a acusação de desvio de fundos, fixando-lhe por isso a fiança de 75 mil euros para o deixar sair em liberdade. Talvez para minimizar os danos no governo de Madrid...

Ponto final.

Resultado de imagem para lula da silva

 

O Supremo Tribunal Federal, do Brasil, rejeitou o pedido de "habeas corpus" de Lula, abrindo-lhe a porta de entrada da prisão e a de saída da corrida eleitoral.

As serpentes, mesmo as maiores jiboias do Brasil, matam-se pela cabeça. Até porque consta que não têm coração. Lula não matou a serpente, a gigante serpente brasileira, e deixou-se embrulhar nela, traindo todo um Brasil. Mas não foi esse, não foi o Brasil traído que o acusou, julgou e condenou. Foi o outro!

"Muito culpado"

Resultado de imagem para michel temer lula e dilma

 

No Brasil, o Tribunal da Relação Federal, em segunda instância, confirmou a culpa de Lula da Silva e reforçou ainda a condenação dada em primeira instância. No recurso, a pena passou dos nove anos e meio de prisão para 12 anos e um mês.

Não sei se Lula é ou não culpado na acusação de corrupção. Sei que as opiniões se dividem conforme o posicionamento político de quem as emite, mesmo que umas pareçam mais fundamentadas que outras. E nesse aspecto confesso que me sinto bem mais convencido pela argumentação da defesa do que da acusação.

Talvez isso, a maior solidez da argumentação, me faça inclinar para a tese do golpe. Mas nunca me conseguirei esquecer da deprimência das declarações dos deputados que ditaram o impeachement de Dilma, do que foi a tomada do poder de Michel Temer, e da forma como o tem exercido. Nem do insólito das declarações dos mais variados juízes, incluindo um dos que, ontem, fez parte da unânime decisão de agravar a pena, que esqueceu a dicotomia básica do "culpado" ou "não culpado" para passar à graduação da culpa. Para esse juiz, Lula é "muito culpado"!

Talvez por tudo isso eu tenha ficado muito convencido que é a consumação de um golpe. Que de nada valerão recursos superiores - e ainda tem mais quatro instâncias de recurso - e que Lula será mesmo preso antes ainda de apresentar o próximo recurso, para que seja definitivamente afastado do processo das eleições de Outubro.

Ah... a fotografia? Pois...

 

 

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics