Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Ufa...que fim-de-semana

Por Eduardo Louro

   

Finalmente de regresso a mais uma semana. Uma semana mais calma, esperemos – só temos que ir pedir mais umas massas para, agora, dar uma ajuda à Irlanda –, depois de um fim-de-semana agitado. Tudo menos calmo! Até o Papa … vejam bem!

Mas pronto. Já toda a gente regressou casa: o Obama, com Air Force One cheio de mimos para o Bo, e aqueles manifestantes anti-Nato, vindos dos quatro cantos da Europa, com mais umas nódoas negras. Os que conseguiram entrar, evidentemente! Porque muitos já tinham ido sem sequer chegar a vir…

Não há qualquer dúvida sobre a necessidade de se filtrar a entrada dessa rapaziada perigosa e de proveniência mais que duvidosa: até de Helsínquia, essa conhecida capital do terrorismo internacional! Nós bem gostávamos de receber toda essa gente, de os receber a todos, sem deixar ninguém de fora. Os americanos é que são uns desmancha-prazeres e os culpados disto tudo. Tivessem eles correspondido a toda a nossa boa-vontade e entregue os carritos blindados que lhe compramos à pressa e à nossa boa maneira – com as nossas celebérrimas boas práticas, sem concurso e nem sequer contrato (não é possível imaginar um contrato sem cláusulas de incumprimento, se as não é porque não há mesmo contrato) – e toda a gente poderia entrar. Agora assim, sem os blindados, não havia condições… É certo que havia uns da GNR, mas não eram esses. Tinham que ser novinhos em folha, feitos de propósito para a PSP. Para a PSP e para esta cimeira!

Para receber sem condições, mais vale não receber!

E foi assim que os americanos nos tramaram. Não fosse aquela nossa grande arma que nos torna únicos - a nossa celebrada capacidade de desenrascanço - e ficaríamos bem mal na fotografia. Coisa que, como se sabe, detestamos!

Na fotografia é que temos de ficar bem. Se recebemos tão bem, e somos tão distintos organizadores de eventos, não podíamos, de repente e apenas porque os americanos nos tinham deixado de calças na mão, deixar ir tudo por água abaixo.

Vamos lá fixar um numerus clausus e estabelecer critérios: mãos à obra! Se, ao contrário do que bem gostaríamos, não os podemos receber a todos, vamos ao crivo que nos permita fazer boa figura e receber bem aqueles que forem recebidos.

Parece que a coisa se ficou pela indumentária preta. Dizia-se por aí que bastava que trouxessem na bagagem umas T shirts pretas para ficarem do lado de lá da fronteira.

Confesso que gostei do critério: a mim pareceu-me bem essa da roupa preta. É uma coisa tristonha, escura… Tristes já nós somos! Macambúzios já nós andamos, não precisamos de mais gente que nos venha pôr tudo ainda mais negro!

Não sei se o crivo chegou ao underware, onde, como se sabe, o preto é eterna moda. Talvez não tenha chegado. Afinal aquela raparigada tem a fama de não ser muito dada a esses usos. Pelo menos tinha, no meu tempo!

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts recentes

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics