Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Pragmatismo Chocante*

Resultado de imagem para sahra wagenknecht die linke

 

A notícia surgiu no início da semana, e contava que na Alemanha, em tempo de afirmação da extrema-direita, com grandes colunas de militantes nazis a apossarem-se da rua, uma mulher acabara de criar um partido político de esquerda que se colocava ao lado dos nazis, contra a imigração.

Assim, sem mais nem menos. Mesmo para chocar, como hoje se fazem as notícias.

Fui procurar-lhe os contornos e descobri que a senhora, Sahra Wagenknecht, era deputada do partido de esquerda "Die Linke" (que quer exactamente dizer “A Esquerda”), que fundara com o seu marido, Oscar Lafontaine, depois deste ter abandonado o Partido Social-Democrata (SPD) em 2007, em rotura com Gerhard Schröder, e que, na verdade, não tinham formado outro partido.

Mantêm-se no partido, e formaram sim um movimento, a que chamaram "Aufstehen"  (“Levantar-se”, em português), tão ou mais à esquerda que o seu partido – revelam mesmo como referência o “Podemos”, de Espanha, ou  “A França Insubmissa”, de Jean-Luc Mélenchon – mas defendendo uma política mais dura contra os imigrantes, em oposição às fronteiras abertas e ao acesso ilimitado de imigrantes ao mercado de trabalho alemão. E explicam que é uma reação à “emigração” dos eleitores do seu partido (o tal “A Esquerda”) para o partido de extrema-direita, o AfD. Que nas últimas eleições parlamentares lhes teria roubado pelo menos 400 mil eleitores!

Como notícia, poderá até ficar menos chocante. Chocante, mais chocante mesmo, é este pragmatismo!

 

* A minha crónica de hoje na Cister FM

 

Pragmatismo e nota artística

Por Eduardo Louro

 

 

Esperávamos ansiosamente por Janeiro, como aqui tenho repetidamente dito. Não por eventuais aquisições, muito menos pelas saídas esperadas (Enzo, que já lá está, feliz, como se vê, e até já jogou e ganhou ao Real Madrid) ou inesperadas (a saída de Gaitan é uma ameaça constante até ao final do mês), mas porque é a altura da época em que, já com os motores bem aquecidos, o Benfica de Jorge Jesus tem disparado para as grandes exibições.

Afinal, desta vez, com a chegada de Janeiro veio o primeiro balde de água fria. Gelada. Não, não foi o jogo de hoje, com o Penafiel. Foi a declaração do presidente Luís Filipe Vieira, numa entrevista a um jornal desportivo, segundo a qual, a partir de agora ... acabou-se a nota artística… Que o Benfica vai ter que ganhar, mas sem nota artística!

Foi a olhar para estes dois extremos opostos – a fé no boom de Janeiro, e o cair na real do presidente – que hoje olhamos para o jogo do Benfica, hoje em Penafiel. E na maior parte do jogo o que vimos foi mesmo o Benfica anunciado pelo presidente a que, depois, ouvimos chamar pragmático. Um estranho pragmatismo, quando pela frente estava uma das muitas fracas equipas deste nosso campeonato…

Depois, nos últimos 25 minutos, já se viram algumas coisas dignas de alguma nota artística. O Benfica dominou e controlou o jogo em absoluto e acrescentou mais dois golos ao resultado. Mas aí já o Penafiel estava a jogar com menos um, por expulsão de um jogador tão conhecido por deixar a pele em campo como por arrancar a dos adversários.

Com mais ou menos nota artística, com mais ou menos pragmatismo, o Benfica ganhou bem um jogo que, mais golo menos golo, não poderia ter outro desfecho. O Penafiel fez dois remates em todo o jogo!

E como o Benfica já não está na Taça, o capitão Maxi lá levou com o quinto amarelo. E, ao contrário do Nani, lá se foi o pragmatismo e escapou ao vermelho… para ficar de fora no próximo jogo. Que é com o terceiro, o Guimarães!

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics