Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

Quinta Emenda

Tenho o direito de ficar calado. Mas não fico!

JOGOS OLÍMPICOS LONDRES 2012 (VII)

Por Eduardo Louro

                                                                      

Os Jogos Olímpicos estão a chegar ao fim, e podem dividir-se em duas fases: a primeira, de Phelps e a segunda, de Bolt.

Ao vencer ontem a prova de 200 metros Usain Bolt tornou-se no primeiro a ganhar os 100 e os 200 metros em duas Olimpíadas consecutivas e, com cinco medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, sentou-se ao lado de Michael Phelps no lugar mais alto do Olimpo!

E a Jamaica é definitivamente o local da Terra onde se corre mais rápido. Domínio total nas provas de velocidade e com dinastia assegurada. Se Bolt é o rei, Blake é o príncipe!

Usain Bolt deixou no ar a ideia de que poderá abandonar: antes que Blake o apanhe, disse!

 

JOGOS OLÍMPICOS LONDRES 2012 (VI)

Por Eduardo Louro

                                                                      

O atletismo, que chegou há poucos dias aos Jogos para passar a dominar as atenções, é a modalidade de maior expressão olímpica. Como os extremos se tocam, são as provas da máxima e de mínima distância em corrida que disputam os pontos mais altos do calendário olímpico: a maratona, com os seus terríveis 42.195 metros, e a corrida dos 100 metros, a prova máxima da velocidade.

Apareceram ambas neste domingo, a maratona feminina – a masculina fica sempre guardada para o encerramento dos Jogos – e os 100 metros masculinos.

A maratona foi em boa parte do percurso disputada à chuva. Logo que passou, as atletas africanas passaram ao ataque, e dominaram a corrida apesar da excelente resposta da russa Tatyana Petrova Arkhipova, que se soube intrometer e conquistar a medalha de bronze, atrás da queniana Priscah Jeptoo, que ficou com a de prata. A etíope Tiki Gelana conquistou o ouro, batendo o recorde olímpico, na posse da japonesa Naoko Takasashi desde Sydney 2000.

A participação portuguesa atingiu a melhor prestação neste Jogos, com a Jessica Augusto a obter um diploma olímpico, com o seu excelente sétimo lugar, e ainda com as duas restantes participantes em posições que não envergonham: Marisa Barros, em 13º e Ana Dulce Félix, que poderia ter feito melhor, no 21º lugar.

Os 100 metros, a prova rainha do Jogos, devolveu-nos o espectáculo Usain Bolt (na foto). Limitou-se a passear classe na fase de apuramento, deixando logo claro ao que vinha. Na final, praticamente reservada a americanos e jamaicanos, com três representantes de cada uma destas nacionalidades, bateu o seu jovem colega – e sucessor, sem qualquer dúvida – Yohan Blake, medalha de prata, e o americano Justin Gatlin - que ficou com o bronze – mas bateu também o recorde olímpico, com 9,63 segundos.

Se a semana passada foi de Michael Phelps, esta é de Usain Bolt. Não estabeleceu só o novo recorde olímpico, tornou-se ainda no primeiro atleta a ganhar (na pista, pois Carl Lewis ganhou em Los Angeles 84 mas, em Seul 88, ganhou por desclassificação por doping de Ben Johnson) os 100 metros em duas Olimpíadas consecutivas. E tem ainda os 200 metros para voltar a fazer história…Na História está já como o maior velocista de todos os tempos. Não figurará como o maior atleta de sempre porque Carl Lewis – 10 medalhas olímpicas, 9 de ouro - juntou ao ouro dos 100 metros o ouro do salto em comprimento, onde foi imbatível durante mais de uma dezena de anos!

Voltando à representação portuguesa, merece destaque a equipa de ténis de mesa, constituída por Tiago Apolónia, Marcos Freitas e João Pedro Monteiro, que esteve à beira do apuramento para as meias-finais, acabando eliminada pela equipa da Coreia do Sul, na negra. Numa modalidade dominada pelos asiáticos, ao cair nos quartos de final, Portugal, que ocupa o oitavo lugar no ranking mundial, acaba por se ficar pelos seus limites. Quando a regra na delegação portuguesa tem sido ficar aquém desses limites!

Acompanhe-nos

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor

Google Analytics